Mota-Engil vence novos contratos no valor de 713 milhões de euros

Mota-Engil vence novos contratos no valor de 713 milhões de euros

Abril 20 2015

A Mota-Engil vai iniciar atividade no mercado de Ruanda e venceu várias empreitadas em África, América Latina e Portugal, totalizando 713 milhões de euros.

A Mota-Engil assegurou adjudicações em seis diferentes mercados de África, e em diferentes valências técnicas do segmento de infraestruturas, num valor total de cerca de 565 milhões de euros.

No Ruanda, a  Mota-Engil vai iniciar a atividade com a obra de expansão do Aeroporto Internacional de Kigali, no montante de 26 milhões de euros. Em Angola, a Mota-Engil ganhou obras rodoviárias e de construção civil no montante global de 115 milhões de euros; no Malawi, obras de infraestrutura rodoviária e ferroviária no valor de 109 milhões de euros; e em Moçambique, obras de infraestruturas rodoviárias, ferroviárias e de apoio à exploração mineira no montante de 233 milhões de euros.

Na África do Sul, a Mota-Engil vê consolidada  a sua posição ao vencer a adjudicação da construção de um hospital e apartamentos, assim como em São Tomé e Príncipe com um empreendimento turístico e estruturas de abastecimento de água no montante global de 13 milhões de euros.

Na América Latina, através da sua participada Empresa Construtora Brasil, a Mota-Engil assegurou a execução da infraestrutura e das obras de arte especiais da duplicação da ferrovia Ferro de Carajás, numa extensão de 40 quilómetros no Estado do Maranhão, para a empresa brasileira Vale, no valor de 380 milhões de reais (117 milhões de euros).

Em Portugal, a Mota-Engil ganhou contratos relativos a uma infraestrutura rodoviária e de construção civil, no montante de cerca de 30 milhões de euros.

Para mais informação, clique  aqui.